Grupo ASM


HISTÓRICO E EVOLUÇÃO DO GRUPO EMPRESARIAL ASM


Aracely dos Santos Menezes nasceu e foi criado no QUEBRACHO, campanha do município de Bagé, atualmente município de Hulha Negra, descendente de imigrantes italianos e espanhóis. Tendo exercido todas as atividades de um homem do campo, de forma muito especial àquelas ligadas à agricultura até completar seus 16 anos, frequentando a escola até o quinto ano primário, quando então transferiu residência para a cidade de Bagé.

Ingressou no mercado de trabalho aos 17 anos na Transportadora Bagé Ltda. de Nicácio Borba e Francisco Garibaldi e aos 19 anos desligou-se para prestar o Serviço Militar obrigatório já que, apesar de ser arrimo de família, não conseguiu a dispensa pleiteada, pois aquele ano não houve excedentes no quadro, por isso, foi obrigado a incorporar no antigo 25º Grupo de Artilharia. O pitoresco é que não queria ser incorporado, mas como não teve escolha resolveu aproveitar todos os cursos que o exército lhe proporcionou. Foi aprovado no curso para Cabo e promovido aos seis meses. Posteriormente foi aprovado no curso para Sargento e ficou aguardando vaga para ser promovido. Solicitou engajamento e foi negado, consequentemente foi dispensado depois de um ano e dez dias, ficando, portanto sem renda e com a responsabilidade de prover as necessidades de um lar, com a mãe viúva e quatro irmãos menores.

No início da década de cinquenta, em janeiro, após sua exclusão do serviço militar com seus 20 anos de idade e na busca por uma atividade remuneratória começa então a trajetória empresarial do fundador do Grupo Empresarial ASM, Sr. Aracely dos Santos Menezes, que encontrou em um escritório de representações, localizado à Av. Tupy Silveira nº 1605, a oportunidade de laborar vendendo de porta em porta, livros técnicos da antiga Livraria Freitas Bastos e joias e relógios da extinta Casa Hermes que eram adquiridos pelo sistema de reembolso postal. 

Em fevereiro de 1952, no dia 2, associou-se a Romeu Bina e, juntos, fundaram a firma BINA & MENEZES, com nome fantasia de CASA ELETRO MERCANTIL, situada na Av. Sete de Setembro nº 1120, em frente ao prédio da Rádio Sociedade Difusora “A Voz de Bagé”, comercializando produtos, tais como, máquinas de costura, fogões, bicicletas, eletrolas e rádios, entre os quais marcas como Ecophone (sobra de guerra), Ralfo, Invictus e Hicoc.

Dois anos depois adquiriu as ações do sócio Romeu Bina e fundou a firma individual ARACELY DOS SANTOS MENEZES mantendo o nome fantasia de CASA ELETRO MERCANTIL que, mais tarde, transformou-se em CASA ELETRO MÁQUINAS, porque na época foi intimado e impedido pelo Departamento de Propriedade Industrial (DPI), pois já existia em Porto Alegre, com o mesmo nome, uma grande empresa do ramo a qual mais tarde, encerrou suas atividades. No dia 1º de maio de 1965, com recursos obtidos nos treze anos anteriores (1952 a 1965), foi inaugurada a primeira loja em prédio próprio, em instalações bastante modernas para a época, localizada em frente à Praça de Desportos, na Av. Sete de Setembro nº 1392, com a inclusão de cinco sócios da família (Alaís Menezes Jardim, César Robaina da Nova, Paulo Robaina da Nova, Pedro Robaina da Nova e Nei Robaina de Oliveira) que receberam como prêmio, quotas graciosas de capital da nova empresa, cuja razão social foi alterada para CASA ELETRO MÁQUINAS LTDA.

Passaram-se os anos, e o rápido crescimento da zona norte também propiciou à empresa um crescimento bem mais acelerado que do mercado, embora contrariando muitas opiniões com a mudança de endereço. Essa junção de fatores gerou, no início da década 70, a necessidade e as condições favoráveis para ampliar as instalações da empresa. Logo então, partiu-se para uma pesquisa de mercado que ajudaria a Direção tomar uma decisão que melhor atendesse seus interesses à época. O resultado desse trabalho indicou dois caminhos: um seria a diversificação das atividades empresariais e o outro, a busca da complementação das necessidades mercadológicas em outras praças com aberturas de filiais, em função de que o crescimento do mercado local já não atendia as ambições de expansão. Talvez a influência do sentimento de bairrismo, a opção foi pela diversificação de segmentos e a permanência no município de Bagé, a Rainha da Fronteira.

Nascia aí, com esse objetivo bem claro e definido, o projeto que previa uma loja vertical, departamentalizada, condizente com o progresso e o desenvolvimento da cidade, dentro de conceitos bastante avançados para a época, com aproximadamente 2.600 m² de área construída e estacionamento próprio. Era a maior loja do interior do Estado do Rio Grande do Sul e também a primeira departamentalizada.

Dez anos após a abertura da primeira loja, acontecia, no dia 20 de novembro de 1975, na presença de aproximadamente sete mil pessoas, em grande festa no Ginásio Presidente Médice (Militão), a inauguração da loja localizada na Rua Melanie Granier nº 51, com um grande show da Banda do Canecão, do Rio de Janeiro. Farta distribuição de brindes, ampla cobertura jornalística, inclusive, da TV Tuiuti de Pelotas e o prestígio das autoridades constituídas.

A nova loja contava com cinco pavimentos dentro de um novo conceito de loja de departamentos, com forte investimento no setor de móveis e estreando no seguimento de confecções. Posteriormente, com a transferência para esse prédio do pessoal da administração, essa loja veio a tornar-se a matriz das empresas e a antiga sede passou à condição de filial 02 já que a filial 01 já era o CD – Centro de Distribuição ou Depósito.

Dentro da mesma política de diversificação, em 1º de agosto de 1979 foi constituída a segunda empresa do Grupo Empresarial ASM, denominada de ASM Empreendimentos Imobiliários Ltda., inicialmente situada na Av. General João Telles nº 1357 (altos), e passando a atuar no segmento da Indústria da Construção Civil tendo como finalidade principal de projetar, construir e comercializar imóveis comerciais e residenciais. Desde a sua fundação, essa empresa, cuja sede hoje está localizada junto à administração, na Rua Marechal Deodoro nº 31, já construiu mais de 700 unidades.

Em 1º de abril de 1980 foi inaugurada mais uma loja em prédio próprio, localizada na Rua Bento Gonçalves nº 65-E. Essa loja era especializada na comercialização de calçados, moda jovem e artigos esportivos denominada de ASM Calçados e Confecções Ltda., e posteriormente recebeu o nome fantasia de ASM Esportes, mantendo o foco nesse segmento e identificando-se como a filial 03.

Dois anos depois, no dia 03 de maio, surge a terceira empresa do Grupo Empresarial ASM, debutando no segmento destinado a comercialização de toda a linha de materiais empregados na Indústria da Construção Civil, além de ferramentas em geral. Também localizada em prédio próprio, na Rua General João Telles nº 1357 com a razão social de ASM Materiais de Construção Ltda.

Tendo em vista a variedade de produtos que a CASA ELETRO MÁQUINAS LTDA., comercializava na época, a direção da empresa decidiu que, a partir do dia 02 de maio de 1984, a razão social seria alterada para ASM LOJAS REUNIDAS LTDA. porque, além de entenderem que a sigla ASM ficaria eternamente ligada ao seu fundador e diretor presidente, Sr. Aracely dos Santos Menezes, abrangeria também a política definida de diversificação das suas atividades empresariais.

Mais uma vez a empresa se deparava com a necessidade de expansão decidindo então sacrificar o estacionamento próprio da loja matriz, localizado à Rua Melanie Granier nº 53, onde foi construída uma nova loja voltada para o ramo de confecções, englobando todos os segmentos da moda masculina, feminina, infantil, tapeçaria, tecidos, cortinas, cama, mesa e banho entre outros. O novo prédio foi construído com um subsolo para depósito e expedição, quatro pisos para lojas departamentais, um piso para a administração e outro para refeitório, cozinha, churrasqueira, além de um auditório para desenvolver recursos humanos numa área aproximada de 2.400 m², cuja idéia concretizou-se com a inauguração em 2 de maio de 1984.

Em 1986, ao lado do prédio da ASM Materiais de Construção foi criado um novo espaço especializado em produtos de acabamento para a área da Construção Civil, preenchendo com isso uma lacuna do mercado, carente de ofertas nesse segmento.

Candiota, na época município de Pinheiro Machado, em 1º de agosto de 1987, também foi contemplado com a abertura de uma pequena loja da ASM Lojas Reunidas Ltda., na Rua cinco, sala 89, no Centro Comercial da Vila Operária, caracterizada como filial 04 e para atender aclientela lá existente. Desenvolveu e encerrou suas atividades no dia 31 de dezembro de 1992.

Mais tarde em 1º de outubro de 1988, foi criada uma loja voltada para a comercialização de eletroeletrônicos e móveis usados, a ASM Móveis Usados, localizada na Rua Preto Caxias nº 25, caracterizada como a filial 05. 

Com o objetivo de iniciarmos uma experiência com lojas de bairros foi inaugurado, no dia 03 de outubro de 1991, um novo prédio com dois pisos no Bairro Getúlio Vargas, em frente à Estação Rodoviária. A ASM Rodoviária, situada na Rua Dr. Freitas nº 131, identificada como filial 06, iniciou atuando com eletroeletrônicos, telefonia, bazar e móveis e posteriormente, em julho de 2009, inseriu confecções.

Dentro da política de diversificar segmentos, mas centrados na região de Bagé, em 1º de outubro de 1992 foi inaugurada a ASM Aceguá, pois, naquela época, era distrito do município de Bagé. Essa loja, localizada à Rua 506 nº 201, a filial 07, no município de Aceguá, hoje emancipado, está focada na linha de produtos eletroeletrônicos, telefonia, bazar e móveis.

Candiota, antes mesmo da emancipação, também foi contemplada com a filial 01 da ASM Materiais de Construção Ltda., em 12 de agosto de 1996, sito à Rua Ulisses Guimarães nº 280-A, em Dario Lassance, cujas atividades foram encerradas em 31 de agosto de 2001.

O segmento de móveis residenciais componíveis foi contemplado no dia 03 de abril de 2000, através da abertura da filial 08, com nome fantasia de ASM Móveis e Decoração, localizada na Rua Marechal Deodoro nº 31, em frente à Praça de Desportos, atendida por profissionais que desenvolvem projetos personalizados de cozinhas, banheiros, escritórios, home theater, áreas de serviço e decoração.

Em 15 de agosto de 2001, Aceguá recebia, com festa, a filial 02 da ASM Materiais de Construção Ltda., localizada à Rua 511 nº 201, voltada à comercialização de produtos da área da Indústria da Construção Civil, com o objetivo de participar do crescimento e desenvolvimento daquele município recém emancipado. Essa filial está localizada ao lado do prédio da filial da ASM Lojas Reunidas Ltda.

Identificando um novo e crescente segmento, o Grupo Empresarial ASM apostou no mercado de duas rodas, abrindo, em 15 de abril de 2005, a ASM Motos, concessionária Sundown, onde passou a comercializar motos da marca, peças, acessórios, consórcio e oficina especializada multimarcas, localizada na Rua Caetano Gonçalves nº 1360, tornando-se a filial 04 com o reaproveitando de uma inscrição já existente. Atualmente, a ASM Motos é concessionária Yamaha para Bagé e região, onde comercializa toda linha de motocicletas nacionais da Yamaha Motor e oferece serviços através de profissionais treinados e capacitados pela Yamaha.

O Grupo Empresarial ASM, hoje é formado por quatro empresas: ASM Lojas Reunidas Ltda. (com oito lojas), ASM Empreendimentos Imobiliários Ltda. e ASM Materiais de Construção Ltda. (com duas lojas) e ASM Motos Yamaha. Conta com aproximadamente 300 (trezentos) colaboradores.

A atual política estratégica do Grupo Empresarial, em função das tendências de mercado, é a valorização do cliente e está alicerçada na especialização de suas atuações, com foco em resultados, o que já se vê nas filiais das lojas, cujo projeto foi iniciado, na década de oitenta, com a ASM Esportes.

 

 

53  3242 7399  





Rua Marechal Deodoro, n° 31
96400-400
Bagé | RS | Brasil